clicRBS

Buscar
Joinville Sábado, 11 de agosto de 2007 Santa Catarina - Brasil

Cidades - AN Capital Mauro Geres
(48) 3261-9538
mauro.geres@an.com.br

Cidades

Leitura
A biblioteca flutuante Barca dos Livros, com contação de histórias nas águas da Lagoa da Conceição, ocorre amanhã, Dia dos Pais, com saídas às 14h30, 15h30 e 16h30. Entre os contadores de história desta edição estão Sérgio Bello, Ingo Vargas e Gilka Girardello. O evento é aberto a quem quiser contar uma história. O músico Pollo fará uma participação especial, tocando instrumentos como flauta andina, acordeon e gaita de boca. Cada passeio dura cerca de 40 minutos. Trapiche da rua Senador Ivo D´Aquino, ao lado da ponte da avenida das Rendeiras, Lagoa da Conceição. Maiores de 16 anos pagam R$ 3,00.

Teatro de Quinta
Os atores Graziela Meyer, Malcon Bauer, Milena Moraes, e Higor Lima interpretam uma atendente de aeroporto estressada, uma diarista, uma freira que dá aulas de educação sexual e um mestre-de-obras na peça “Teatro de Quinta” em cartaz amanhã, às 20 horas, no Centro Multiuso de São José. A peça estreou há três anos. Os atores seguem seus roteiros, atentos às chances de improviso com o público, que se torna cúmplice dos personagens. Ingressos a R$ 20,00. Estudantes, menores de 18 e maiores de 65 anos, assinantes do Clube DC, com flyer, ou levando um agasalho em bom estado, pagam meia-entrada. Avenida Beira-mar de São José, tel.: 3241-2506.

Céu e Mar
Estudantes do curso profissionalizante da Cia Nacional de Talentos apresentam hoje e amanhã, às 20 horas, a peça “Um Curto Espaço Entre o Céu e o Mar”, no Teatro da Ubro. O espetáculo foi concebido tendo como base o texto “O Encontro das Águas”, de Sérgio Róveri, com acréscimos dos textos “Eu Sei Que Vou Te Amar”, de Arnaldo Jabor, “O Cântico Dos Cânticos”, de Salomão, e “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto. A montagem fala das relações e dos conflitos vividos ou presenciados por Ana, jovem artesã que guarda um segredo e que utiliza como oficina uma ponte, por onde cruzam pessoas, sonhos e diferentes histórias de vida. Ingressos a R$ 6,00.

_______________________________

Música

Bem Brasuca
A Banda Bem Brasuca faz show acústico amanhã, às 20 horas, no Sufoco´s bar com um repertório de sambarock, relembrando o sucesso da temporada de outono/inverno de 2006 que consagrou a banda como no gênero em Florianópolis. Também tem um trabalho que mistura os mais variados ritmos brasileiros com as guitarras distorcidas do rock’n’roll e apresenta um show performático com interpretações de músicas de MarceloD2, O Rappa, Jorge Bem Jor e Ultramen, além de suas músicas próprias. A Brasuca é formada por Bruno Mello (vocal), Mário Coutinho (contrabaixo) Carlo Abreu(bateria) e Fábio Wagner (Guitarra). Ingressos a R$ 8,00. Avenida Campeche, em frente à Lagoa Pequena, tel.: 3338-2227.

Jam Session
As Oficinas de Arte da Fundação Catarinense de Cultura promovem hoje, a partir das 17 horas, a 5ª edição de sua Jam Session, encontro entre artistas e amantes da dança, música e artes plásticas para o exercício do improviso, com aquecimento e jogos dirigidos, ensaio aberto e roda de conversa. Entrada franca. Sala 46 do Centro Integrado de Cultura. Avenida Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica, tel.: 3953-2300.

_______________________________

Em destaque

Homens também cuidam da beleza

Mercado masculino fecha ano de 2006 com vendas líquidas de R$ 1,66 bilhão

André Luís Cia

Ele não tem vergonha ou receio de dizer que é vaidoso. Para o professor de ioga Ricardo Melo, a vaidade caminha lado a lado com a modernidade. Depilação, corte quinzenal do cabelo, protetor solar e preocupação com o corpo são apenas alguns dos cuidados de beleza indispensáveis na sua rotina de vida. Assim como Melo, milhões de brasileiros não escondem mais a vaidade. Em Florianópolis hoje termina um dos maiores eventos de moda do País, o 9º Floripa Fashion Donna DC, que trouxe especialistas para falar somente para o público masculino. A Capital também tem cursos de auto-maquiagem, no qual os homens podem descobrir técnicas para resolver alguns problemas estéticos.

Avanço
“Não existe mais essa história de associar o vaidoso ao homossexual”, diz psicóloga
Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), o mercado masculino de beleza fechou 2006 com vendas líquidas (sem contar impostos) de R$1,66 bilhão, uma alta de 16,1% em relação a 2005. Nos últimos cinco anos, o segmento acumula crescimento de 119 %. Em volume, foram vendidos 28,2 milhões de toneladas no ano passado, 4,8% acima do verificado em 2005, e 32,5% na comparação com o apurado em 2001.
O consumo de cosméticos entre o público masculino é cada vez maior. “Há 40 anos, apenas 5% dos homens usavam shampoo. Hoje, esse número já ultrapassa os 65%”, disse a gerente médica da Natura, Liliana Bechelli.
Os cabelos cacheados de Melo o obrigam a fazer alisamento a cada seis meses, mas a ida ao cabeleireiro para pequenos retoques é feita a cada 15 dias. Segundo ele, essa rotina é totalmente aprovada pela namorada. Mas ele garante que faz isso porque preserva a sua auto-estima. Outra coisa de que não abre mão é da depilação no corpo.
As técnicas do ioga o ajudam a manter a forma, dispensando as academias de ginástica.

andre.cia@an.com.br

....................................................

Peles apresentam diferenças

A pele dos homens tem mais resistência do que a das mulheres, porém, é mais oleosa e está sujeita a agressões diárias. A rotina de beleza é diferente entre os dois sexos. Enquanto elas têm o costume de fazer tudo que está ao seu alcance para garantir uma aparência mais jovem e saudável, eles, cuidam da pele, por causa de uma necessidade específica. A mudança de comportamento também é visível entre o público masculino. Além da questão cultural, características genéticas e hormonais associadas a fatores externos, ligados a estilos de vida, afetam a estrutura e função da pele, resultando em diferenças entre os sexos, principalmente a partir da puberdade. O aumento da produção dos hormônios masculinos é a causa de muitas delas. A produção de gordura natural é maior nos homens por causa da função da taxa de testosterona (hormônio masculino) ser mais elevada associada ao maior número de glândulas sebáceas, por isso, a pele masculina costuma ser mais oleosa. Já a feminina é mais propensa ao ressecamento após a menopausa. Outra diferença importante entre os dois tipos de pele é a resistência. Neles, a pele apresenta-se mais espessa - o que a torna mais resistente. “Esta é uma das características que contribui para o envelhecimento cutâneo ser mais tarde no homem”, destaca a dermatologista Liliana Bechelli. Enquanto as mulheres percebem as primeiras rugas por volta dos 30 anos, eles só irão notá-las alguns anos depois. A exigência da ala masculina é utilizar produtos que reunam praticidade, eficiência e tecnologia.

....................................................

Opções de tratamentos diferenciados

Estima-se que o mercado da vaidade masculina movimente cerca de U$ 12 bilhões por ano no mundo. A média do tempo que os homens levam para cuidar da aparência também impressiona: cerca de 23 minutos diários. O estereótipo do homem mal vestido e despenteado perdeu espaço para o do homem com pele impecável e corpo bem cuidado.
O gerente da Barbearia Vip, em Florianópolis, Luiz de Araújo Neto, diz que os seus clientes são só homens, desde crianças até idosos, que buscam um tratamento diferenciado tanto para o corte quanto para o tratamento da pele, além de serviços de manicure e pedicure. “O cliente vem, aprova o serviço e sempre volta. O público masculino é bem fiel. Hoje já não tem mais vergonha de assumir a sua vaidade, pois isso é um diferencial importante.”
A médica e pós-graduanda em medicina estética Maria Cristina Belotti acredita que o atendimento dedicado ao sexo masculino requer cuidados especiais. “Eles nos procuram com muita freqüência, só que exigem um espaço exclusivo para para poder circularem à vontade”, disse.
Entre as principais queixas dos homens estão a acne, a gordura abdominal, o excesso de pelo nas costas e sobrancelhas e as unhas maltratadas. Ela aponta que, mesmo no inverno, onde o movimento nas clínicas costuma ser menor, nota-se um aumento dos homens por estes tratamentos. Em geral, eles são profissionais liberais, a maioria de classe média e com idade em torno dos 30 anos. “Os homens fazem de tudo hoje, desde limpeza de pele, peelings, drenagem linfática, hidratação até cirurgias reparadoras.”

....................................................

Aumenta procura por cursos
de maquiagem em Florianópolis

Já foi a época em que somente as mulheres se preocupavam com os cuidados da pele do rosto. No passado, se um homem ousasse falar que iria se maquiar, facilmente seria taxado de homossexual. Hoje, houve uma mudança no comportamento e até mesmo na aceitação dessa nova postura pela sociedade, conforme explicou o maquiador da franquia de O Boticário na Grande Florianópolis e Capital, Fernando César Pradela.
Segundo ele, apesar de ainda haver resistência natural e certo temor sobre o que as outras pessoas irão pensar, a procura de homens por cursos de auto-maquiagem é um segmento que tem crescido cada vez mais. “O homem moderno tem consciência de que se manter com a aparência em dia é importante para almejar conquistas profissionais e pessoais”, explica.
Em Florianópolis, Pradela organiza, desde o início de julho, cursos semanais de auto-maquiagem, com as técnicas e os avanços mais modernos nessa área. As aulas são abertas para todos os públicos e idades. Ele garante que os homens, aos poucos, estão quebrando o bloqueio e procurando pelos cursos.
Em uma hora e meia de aula, são dadas dicas preciosas para quem ainda não sabe cuidar da pele e deseja aprender a se maquiar ou disfarçar algumas imperfeições. O público masculino busca corretivos para esconder as olheiras, acnes, cravos e outros problemas do rosto. Além disso, outro produto muito procurado são as bases para uniformizar o tom da pele e retirar o brilho excessivo.
O vendedor Wagner Nogueira, 25 anos, afirma que sempre gostou de se cuidar e que dedica boa parte do dia a um ritual de beleza. A maquiagem hoje é uma de suas maiores aliadas quando se precisa de uma saída rápida para esconder olheiras ou ainda dar uma repaginada no aspecto externo da pele. “Não tenho medo de dizer que sou vaidoso, pois o mercado procura pessoas que se cuidam.”
Os cremes para evitar o envelhecimento precoce da pele, que há muitos anos são a principal febre entre as mulheres em todo o mundo, ainda não começaram a ser utilizados por Nogueira, mas ele afirmou que quando sentir necessidade irá recorrer a eles sem nenhum problema. Entre os cuidados diários dele estão o de se barbear com cremes de qualidade e passar um gel pós-barba para a pele não infeccionar.
Pradela ressaltou que o campo da cosmetologia promete fazer verdadeiros milagres na pele tanto dos homens quanto das mulheres. Para isso, já existem produtos que fazem desde uma simples hidratação até a retirada da oleosidade e acentuamento das linhas de expressão, entre outros benefícios estéticos. “Só não se cuida hoje quem não quer, pois o mercado está em constante crescimento.”

....................................................

Sintonia nas tendências

O engenheiro Rodrigo Silva, 24 anos, acredita que o homem moderno tem de estar sempre sintonizado com as novidades e tendências do mercado, porém, sem excesso. Ele diz que até gostaria de se barbear com mais freqüência, mas sua pele irrita com facilidade. O perfume, a roupa e a manutenção do peso são três das preocupações que fazem parte da sua rotina. No verão, Silva afirma que não dispensa também o uso do protetor solar, que é um produto indispensável a todas as pessoas. A psicóloga Miriela de Nadai aponta que a sociedade evoluiu e, com ela, também o pensamento da população que não tem mais medo de revelar as suas preocupações com o corpo e com a estética em geral. “Não existe mais essa história de associar o vaidoso ao homossexual. Todas as pessoas independentemente de idade, raça ou religião devem se cuidar e ter orgulho disso, pois estão cuidando da própria vida.” Ela explica que a maior prova dessa mudança é a presença de homens nos desfiles de moda, já que eles também querem estar sempre antenados com os destaques das coleções.

_______________________________

Política

Denúncias atropelam rotina da Câmara

Foram aprovadas 185 leis no semestre, a maioria irrelevante

Upiara Boschi

Nem só de Moeda Verde viveu a Câmara Municipal de Florianópolis em 2007. À margem das investigações sobre o conteúdos das gravações de conversas telefônicas de autoridades municipais realizadas pela Polícia Federal na operação deflagrada em maio, o legislativo municipal aprovou 185 leis no primeiro semestre. Destes, 85 tratam de concessão de medalhas ou declaram entidades como de “utilidade pública”.

Rigor
Comissão fiscaliza entidades que pleiteiam declaração de utilidade pública
Presidente da Comissão de Constituição e Justiça, a vereador Angela Albino (PC do B) afirma que o trabalho paralelo de investigação alterou a rotina, mas que os vereadores tem conseguido manter um fluxo praticamente normal de elaboração e aprovação de projetos.
“A Câmara aumentou substancialmente o ritmo de trabalho ao acumular a rotina diária com as CPIs, o trabalho do Conselho de Ética e agora da Comissão Processante, mas não há outro jeito”, acredita a vereadora. No primeiro semestre, a Comissão de Ética cassou os vereadores Juarez Silveira (sem partido) e Marcílio Ávila (PMDB) por quebra de decoro parlamentar, em virtude das conversas gravadas pela PF, em que intermediariam benefícios a grandes empreendimentos.
Na terça-feira, foi instalada a Comissão Processante que vai investigar suposta improbidade administrativa do prefeito Dário Berger na elaboração da Lei dos Hotéis – suspeita que também veio à tona com as escutas realizadas pela PF.
Em meio a tantos percalços, a vereadora vê um “salto de qualidade” no trabalho dos vereadores em 2007. Seria conseqüência da resolução aprovada ano passado que restringiu a possibilidade de alterações no zoneamento até a aprovação do novo Plano Diretor.
“Os vereadores não se ocupam tanto com as alterações de zoneamento e elaboram projetos mais amplos”, avalia a vereadora, em referência a projetos de proteção ao idoso e o que aumenta o rigor na fiscalização da higiene de estabelecimentos comerciais – que entram na pauta do segundo semestre. Ela também não vê excesso de declarações “entidade de utilidade pública”.
“Tenho tido o critério de ser muito rigorosa com esses pedidos, porque essas entidades passam a poder requisitar subvenções sociais. Não digo que o recurso esteja banalizado, mas hoje nós temos muitas entidades se habilitando. Isso vai exigir que a gente fiscalize”.
Para a vereadora, que pertence à bancada de oposição, a maior dificuldade de manter a rotina tem sido na Prefeitura. “Percebo uma desarticulação generalizada do Executivo. Foram muitas trocas de comando e existem órgãos que ninguém sabe quem está à frente. Isso nos traz dificuldades até para ter respondidos os pedidos de informação”, afirma.

upiara.boschi@an.com.br

Saiba mais
O trabalho da Câmara
• 185 leis aprovadas em 2007 (até 29 de maio)
• 160 leis ordinárias, entre elas:
• 64 declarando entidades como “de utilidade pública”
• 21 concedendo medalhas
• 21 denominando vias públicas
• 25 leis complementares, entre elas:
• 9 alterando zoneamento

....................................................

Líder do governo ressalta excesso
de tarefas e distância das bases

Líder do governo na Câmara, Degláber Goulart (PSDB) destaca a dificuldade que os parlamentares têm encontrado de ficar mais tempo junto às bases. “Estamos com uma série de atribuições e nem conseguimos sustentar todas. São comissões permanentes, audiências públicas, as CPIs. Dificulta para todos, independente de ser situação ou oposição”, avalia.
Além das investigações referentes à Operação Moeda Verde, também estão instaladas na Câmara as CPIs que apuram irregularidades na Zona Azul e a evolução da dívida ativa. Apesar disso, ele avalia que foram aprovados projetos importantes no primeiro semestre, principalmente as alterações de zoneamento que vão permitir o uso de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no maciço do morro da Cruz, área que deve receber R$ 45 milhões em investimentos de urbanização e esgoto.
“Os projetos do Executivo estão sendo encaminhados, porque não tem a intenção de desviar o foco das investigações, e sim o bem da cidade”, afirma.

_______________________________

Cidades

Garçom conquista respeito e admiração

Profissionais são os mais procurados para trabalhar no setor turístico da Grande Florianópolis

A música Garçom, de Reginaldo Rossi, presta uma homenagem aos profissionais que nem sempre são valorizados pelos clientes. Hoje comemora-se o Dia do Garçom. A estimativa do Sindicato Patronal de Florianópolis é de que cerca de10 mil pessoas trabalhem apenas na área gastronômica na Capital.

Reação
“O garçom já foi discriminado no passado, mas as coisas mudaram”, diz J. Eronildes
A forma de andar, a postura correta ao abordar o cliente, a arrumação da mesa e o prazer em servir são algumas das principais tarefas de um garçom, mas, segundo o coordenador do curso de turismo e hospitalidade do Senac Florianópolis, Jeferson Pandolfo, um dos diferenciais mais valorizados pelos proprietários de bares e restaurantes é a discrição destes funcionários. “O garçom perfeito é aquele que faz o seu trabalho sem ser notado pelos clientes” .
Como Florianópolis vive praticamente do turismo, o garçom é um dos profissionais mais procurados na cidade. A média salarial é de R$ 550,00 por mês, por oito horas de trabalho. Pandolfo diz que saber um segundo idioma pode abrir portas importantes nesta profissão.
Eronildes Bezerra, 40 anos, mais conhecido como J. Eronildes, conta que aos 19 anos, quando ainda morava em Recife e tinha acabado de concluir o serviço militar, passou em frente a um grande hotel e ficou fascinado pelo trabalho de um recepcionista que ostentava um uniforme lindo. “Entrei e disse que queria trabalhar naquela função, mas me falaram que só havia vaga para auxiliar de garçom”, relembra.
Como estava desempregado aceitou o convite e hoje, depois de 23 anos, além da experiência acumulada como garçom também adquiriu vivência como barman. A vinda para Florianópolis foi há nove anos. Hoje, graças ao seu trabalho, é um dos nomes mais respeitados na cidade. “O garçom já foi discriminado no passado, mas as coisas mudaram e a profissão está conquistando o seu merecido espaço.”

....................................................

Programa oferece oportunidade
de qualificação gratuita na região

Para quem sempre sonhou com a profissão e nunca teve oportunidade de fazer um curso específico na área, o governo do Estado, a Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte, a Santa Catarina Turismo (Santur) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) promoverão o programa de qualificação “A arte de bem receber – Santa & Bela Catarina”, totalmente gratuito.
Ele será iniciado pela região da Grande Florianópolis, seguindo depois para as demais regiões turísticas do Estado. O objetivo é qualificar os profissionais que já trabalham na área e precisam de aperfeiçoamento. Os cursos estão divididos em hospedagem, eventos, alimentos e bebidas, guiamento, agências de viagens e turismo.
As inscrições estão abertas desde o dia 1º de agosto, na Faculdade Senac de Florianópolis, e a divulgação dos selecionados sairá no dia 16 de agosto.
Os documentos necessários para inscrição são o preenchimento da ficha de seleção, uma foto 3x4, currículo e carta de indicação da empresa do trade turístico onde trabalha (indicando o candidato para o curso). O horário é das 8 às 21 horas, na recepção do Senac, na rua Silva Jardim. Informações podem ser obtidas pelo telefone (48) 3229-3220.

_______________________________

Esporte

Amador tem decisão de turno hoje

Grêmio Cachoeira e Avante jogam por título na Capital

Taça
Equipe vencedora do primeiro turno da Liff leva para casa o troféu Prefeitura de Florianópolis

Grêmio Cachoeira e Avante decidem hoje, às 15h15, na Cachoeira do Bom Jesus, o título simbólico de campeão do primeiro turno do campeonato municipal de futebol amador da Capital. A equipe da casa, com 18 pontos, é a líder da competição, seguida pela seu adversário de hoje, que soma 16 pontos. A conquista do primeiro turno não garante nenhuma vantagem para a próxima etapa, as semifinais, mas dá ao vencedor um troféu Prefeitura de Florianópolis.
A partida entre os dois times de melhor campanha da competição tem, ainda, outro atrativo: o meia Adilson Heleno, 44 anos, com passagens por Avaí, Figueirense, Criciúma, Grêmio (RS) e Flamengo (RJ), pode estrear no Grêmio Cachoeira.
A última rodada do primeiro turno do torneio citadino é completada por mais quatro confrontos: Triunfo (10º) x Canto do Rio (3º), no Sambaqui; Ajax (7º) x Bangu (4º), no Saco dos Limões; Palmeiras (5º) x Bandeirante (8º), no Porto da Lagoa; e Santa Cruz (9º) x Campinas (6º), no Retiro da Lagoa. Todos serão às 15h15 de hoje.
Em São José, ocorre apenas uma partida pelo campeonato municipal da primeira divisão. No domingo, às 13h, Americano (6º) e Palmeiras (7º) fazem o clássico do bairro Roçado em jogo adiado da quinta rodada. As duas equipes já estão classificadas para a segunda fase, mas o resultado vai definir as posições finais de cada uma. A próxima etapa do torneio josefense será disputada por oito equipes divididas em dois grupos de quatro.
Grêmio Forquilhinhas, Forquilhas, AMCSJ, Balança Rede, Madekalo e Jardim das Palmeiras já estão qualificados para a segunda fase em São José. O CCF e o Ipiranga cairam para a segunda divisão.
Em Biguaçu, a primeira fase do campeonato de futebol amador chega à décima rodada neste fim-de-semana, com três partidas amanhã: Palmeiras (5º) x Limeira (3º), em Três Riachos; Biguá (2º) x Fundos (1º), na Praia João Rosa; e Pradense (4º) x Santos (7º), no Prado. O Biguaçu (6º) folga.
Em Palhoça, não há jogos neste fim de semana, por causa de uma festa de confraternização entre os clubes hoje. No Campeonato do Norte da Ilha, a rodada também foi adiada, por causa do Dia dos Pais. Ambas as competições voltam na semana que vem.

....................................................

Colegial se classifica para segunda fase

Com a vitória por 4 a 1 contra o Joinville/Krona/Dal Ponte na noite de quinta-feira, o Colegial/Florianópolis/Umbro alcançou o quinto lugar na Divisão Especial do Campeonato Catarinense de futsal. A equipe de Florianópolis, já classificada para a segunda fase, soma 24 pontos em 17 partidas. O último confronto do Colegial nesta etapa é contra o Joaçaba Futsal, no dia 20, na Capital.
O Colegial está fazendo “um campeonato de recuperação” no estadual, como define o treinador Valci Moreira. A equipe de Florianópolis disputou as primeiras rodadas com o time Sub-20, enquanto o grupo principal participava da campanha inédita na Liga Futsal. Nos primeiros quatro jogos no campeonato catarinense, por exemplo, o clube somou apenas um ponto.
A perda da vaga na segunda fase da Liga Futsal também pesou para o baixo rendimento do Colegial, na avaliação de Moreira. “O pessoal ficou abatido”, conta. O trauma, porém, já foi superado, diz o treinador.
Para a partida contra o Joaçaba, o Colegial vai poupar o pivô Vini, o ala Diego e o fixo Rodrigo, todos pendurados com dois cartões amarelos. O ala Marcinho passaria por avaliação médica ontem para avaliar a gravidade de uma lesão.



   Este Portal é melhor visualizado na resolução 800x600
Expediente
 Copyright © A Notícia - Fone 055-0xx47 3431 9000 - Fax 055-0xx47 3431 9100
 Rua Caçador, 112 - CEP 89203-610 - C. Postal: 2 - 89201-972 - Joinville - SC - Brasil